Meu Perfil


Nome: Amaryllis C. Pereira
Idade: 23 anos
Aniversário em: 18/09
Moro em: Campos, RJ
Adoro: meu namorado, tudo que é verde, animais (principalmente cães), flores, música eletrônica, fazer amigos, dançar, poesia...
Detesto: jiló, pagode, forró, gente fofoqueira e fútil, acordar cedo...
Meus amicães: Azeitoninha (in memorian), Lilica, Nina, Lana, Pucky, Tuquinho, Sherife e Shatran.



Links

:: "Jardim dos Amiguinhos"
:: "Vira-lata é 10"
:: Greenpeace
:: Projeto "Click Árvore"
:: "Vida Selvagem"
:: MEU FOTOBLOG!!
:: Blog do meu mozinho!
:: Blog Ame a Natureza-1
:: Blog Ame a Natureza-2
:: Blog do Beagle
:: Blog Águas da Vida
:: Blog Muito Fofo
:: Blog Desambientado
:: Blog Mundo Animal
:: Blog Versos e Prosa
:: Blog Amar-ela
:: Blog da Beth Boop
:: Blog da Magui
:: Tudo é poesia! (minha homepage)
:: Blog da Ruth Iara



Vídeos imperdíveis!

::Free me
::A verdade sobre os pit bulls
::Animais de circo


Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..



Arquivo do Blog

12/11/2006 a 18/11/2006 01/10/2006 a 07/10/2006 10/09/2006 a 16/09/2006 27/08/2006 a 02/09/2006 20/08/2006 a 26/08/2006 25/06/2006 a 01/07/2006 18/06/2006 a 24/06/2006 11/06/2006 a 17/06/2006 04/06/2006 a 10/06/2006 28/05/2006 a 03/06/2006 07/05/2006 a 13/05/2006 30/04/2006 a 06/05/2006 23/04/2006 a 29/04/2006 26/03/2006 a 01/04/2006 19/03/2006 a 25/03/2006 12/03/2006 a 18/03/2006 05/03/2006 a 11/03/2006 19/02/2006 a 25/02/2006 12/02/2006 a 18/02/2006 05/02/2006 a 11/02/2006 29/01/2006 a 04/02/2006 22/01/2006 a 28/01/2006 15/01/2006 a 21/01/2006 25/12/2005 a 31/12/2005 04/12/2005 a 10/12/2005 27/11/2005 a 03/12/2005 20/11/2005 a 26/11/2005






Visitas

Créditos

CCZ´s

Fonte: www.nossoscaesegatos.hpg.ig.com.br/maldade.htm

"Denúncias de maltratos cometidos pelos agentes dos centros de controle de zoonoses na conhecida carrocinha não param de chegar ao nosso conhecimento. Desta vez, recebemos de Brasília um e-mail com a subject que deu título a este artigo. Lá, como em muitos locais, o gambão deixa de ser um instrumento de contenção animal para se tornar um instrumento de tortura e as vezes até morte. Morte sim pois atesto com segurança que um número considerável de animais morrem, chegam mortos ou vêm a óbito no centro de controle de zoonoses pela truculência e falta de treinamento, mas acima de tudo falta de sensibilidade, dos agentes encarregados de fazer o recolhimento de animais errantes. Que nem sempre são tão errantes assim. Um cão foi capturado pela carrocinha aqui em Salvador na porta de casa. O dono correu para resgatá-lo, no entanto, foi obrigado a pagar uma taxa superior a R$ 60,00 e ainda teve que deixar seu animal lá em observação por um certo período que não me recordo bem. A "observação" lá é feita de tal forma que imagine, o cão retornou com diarréia, vômitos, problemas de pele e o pior de tudo, tumor venéreo transmissível. O dono por ser uma pessoa simples teve que se sacrificar para retirar o animal do abrigo e não teve condições de arcar com o tratamento do TVT que é extremamente caro e dura em média 8 semanas. Cobrando uma taxa de mais de R$ 60,00 seria absurdo pedir que retornassem o animal sem traumas? O mesmo animal saudável que eles capturaram? E para onde vai esse dinheiro? O animal poderia ser devolvido examinado, medicado e vacinado quando necessário e ainda castrado.

Não estou defendo que cães errantes sejam deixados assim. Defendo que campanhas sérias de castração de animais e posse responsável sejam realizadas. Defendo campanhas de vacinação que busquem resultados e não números. Uma vez acompanhei o atendimento de um cão de 2 meses que já havia sido vacinado em campanha de vacinação anti-rábica duas vezes! E se não fosse viável colocar a disposição nas campanhas as outras vacinas que pelo menos se esclarecesse os proprietários pois é absurdo o número de pessoas que acha que a única vacina necessária é a da campanha e se a campanha for realizada seis vezes por ano eles levam o animal para ser vacinado seis vezes por ano. Defendo que os animais que não forem resgatados pelos seus donos sejam tratados e colocados para adoção. Defendo um abrigo digno e não um galpão onde animais amontoados esperam a própria morte. Defendo o treinamento dos agentes incumbidos da captura destes animais. Defendo condições de higiene e tratamento digno. Essas medidas podem acabar com os fatos relatados no e-mail que recebemos.

O sacrifício dos animais parece ser o caminho mais fácil. Já que campanhas de castração e posse responsável seriam onerosas e trabalhosas. Mas acho que já é tempo dos nossos governantes começarem a pensar a respeito. Nem todos os seus eleitores demonstram um sorriso de contentamento ao ver um animal ser brutalmente laçado como o do transeunte da foto abaixo.

 

 Muitas pessoas ignoram o que realmente ocorre na carrocinha. A verdade é que para os agentes de captura, é como um esporte! A caça! Volto a perguntar: "Até que ponto a lei pode permitir a maldade?".

 

Aqui na minha cidade (Campos, interior do Rio de Janeiro), o CCZ cobra uma taxa de (pasmem!!) R$ 10,00 para sacrificar um animal. É só você levar o animal, falar que quer sacrificá-lo (como se fosse uma coisa descartável), pagar a "enorme" taxa, e pronto: seu ex-amigo será assassinado! É esse o valor que eles atribuem à vida dos animais.

Mas se você for lá pra recolher seu animal que eles capturaram na rua, aí, com certeza, a taxa será bem maior... Engraçado, não?! Deixa eu ficar por aqui, porque senão vou escrever demais, tamanha minha raiva.

:: Postado por Amaryllis às 18h02
::
:: Enviar esta mensagem