Meu Perfil


Nome: Amaryllis C. Pereira
Idade: 23 anos
Aniversário em: 18/09
Moro em: Campos, RJ
Adoro: meu namorado, tudo que é verde, animais (principalmente cães), flores, música eletrônica, fazer amigos, dançar, poesia...
Detesto: jiló, pagode, forró, gente fofoqueira e fútil, acordar cedo...
Meus amicães: Azeitoninha (in memorian), Lilica, Nina, Lana, Pucky, Tuquinho, Sherife e Shatran.



Links

:: "Jardim dos Amiguinhos"
:: "Vira-lata é 10"
:: Greenpeace
:: Projeto "Click Árvore"
:: "Vida Selvagem"
:: MEU FOTOBLOG!!
:: Blog do meu mozinho!
:: Blog Ame a Natureza-1
:: Blog Ame a Natureza-2
:: Blog do Beagle
:: Blog Águas da Vida
:: Blog Muito Fofo
:: Blog Desambientado
:: Blog Mundo Animal
:: Blog Versos e Prosa
:: Blog Amar-ela
:: Blog da Beth Boop
:: Blog da Magui
:: Tudo é poesia! (minha homepage)
:: Blog da Ruth Iara



Vídeos imperdíveis!

::Free me
::A verdade sobre os pit bulls
::Animais de circo


Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..



Arquivo do Blog

12/11/2006 a 18/11/2006 01/10/2006 a 07/10/2006 10/09/2006 a 16/09/2006 27/08/2006 a 02/09/2006 20/08/2006 a 26/08/2006 25/06/2006 a 01/07/2006 18/06/2006 a 24/06/2006 11/06/2006 a 17/06/2006 04/06/2006 a 10/06/2006 28/05/2006 a 03/06/2006 07/05/2006 a 13/05/2006 30/04/2006 a 06/05/2006 23/04/2006 a 29/04/2006 26/03/2006 a 01/04/2006 19/03/2006 a 25/03/2006 12/03/2006 a 18/03/2006 05/03/2006 a 11/03/2006 19/02/2006 a 25/02/2006 12/02/2006 a 18/02/2006 05/02/2006 a 11/02/2006 29/01/2006 a 04/02/2006 22/01/2006 a 28/01/2006 15/01/2006 a 21/01/2006 25/12/2005 a 31/12/2005 04/12/2005 a 10/12/2005 27/11/2005 a 03/12/2005 20/11/2005 a 26/11/2005






Visitas

Créditos

.::TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES::.

Quando se retira um animal da natureza, é como se quebrássemos ou, ao menos, enfraquecêssemos o elo de uma corrente. Lógico que somente um animal não faria falta mas, não apenas um e sim, centenas, milhares de animais são retirados por ano de nossas matas. Para se ter uma idéia, um caminhão rotineiramente utilizado no tráfico de animais transporta cerca de 1.000 espécimes (alguns chegam a transportar 3.000 animais). Basta, então, se perguntar: quantos caminhões estão rodando pelo país e quantos destes poderiam estar transportando animais silvestres em meio a sua carga?

Calcula-se que o tráfico de animais silvestres retire, anualmente, cerca de 12 milhões de animais de nossas matas; outras estatísticas estimam que o número real esteja em torno de 38 milhões.

Ressalta-se que não somente o indivíduo capturado fará falta ao ambiente mas, também, os descendentes que ele deixará de ter. Assim, pode-se perceber o tamanho do impacto que a retirada de animais causa ao meio ambiente. Outro detalhe, muitas vezes esquecido, é que o impacto não se restringe à extinção da espécie capturada. Na natureza as espécies estão interligadas no que chamamos de teia alimentar, ou seja, os animais comem e são comidos por outros animais, além de também, se alimentarem de plantas, realizarem a polinização das mesmas e, muitas vezes, dispersarem suas sementes.

Se eu retiro do ambiente uma espécie que dispersa a semente de determinada árvore, pode ser que esta árvore não mais conseguirá se reproduzir e, se suas folhas servem de alimento para determinado tipo de inseto, dentro de alguns anos este também poderá se extinguir. Este inseto podia ser o principal alimento de determinado pássaro, que agora também será afetado pela retirada daquela primeira espécie que não possuía uma relação direta com ele. Estas são as implicações do tráfico na teia ecológica e muitas vezes pode afetar espécies que, a princípio se imaginaria não ter nenhuma relação com a espécie traficada.

Qualquer pessoa que possua um cão sabe da alegria que o mesmo expressa ao saber que vai sair para passear. Um animal com milhares de anos de domesticação ainda se sente mais contente livre que dentro de um apartamento ou em uma casa. E um pássaro? Que embora possa voar, será condenado a passar toda sua vida em uma gaiola? Papagaios acorrentados e araras com as asas cortadas, será esta a melhor vida para eles?

Entretanto, o cativeiro não é a única tortura a que são submetidos os animais do tráfico, é simplesmente a última e perpétua pena. Durante a captura os mesmos são feridos, mutilados, além de transportados sem espaço, água ou comida, o que culmina na morte de muitos durante o caminho.

A sua simples captura resulta em muito sofrimento. O alçapão armado, a captura, o animal se debate, se joga contra as grades da gaiola, em vão. Ele não mais escapará, não mais será livre. Doravante, a prisão... a gaiola será sua moradia. O vôo será trocado por monótonos pulos de um poleiro a outro, dia a dia - toda a vida. Entretanto, não somente o animal capturado sofrerá; seu filhote continuará no ninho, piando... chamando... esperando, pelo pai, pela mãe, pelo alimento que não mais virá.

Foto 1: Todas estas maritacas foram tiradas do ninho, o traficante esperava vendê-las. Contudo, não sabendo cuidar dos animais acabou por matá-los. Ele foi encaminhado à Polícia Federal.

Foto 2: Todos estes pássaros foram apreendidos de um caminhão fechado que saiu da Bahia e se dirigia para São Paulo. Dos 749 apreendidos, mais de 400 morreram devido ao transporte sem água e comida. Este é o tráfico que você não vê. Esta é a real face do tráfico de animais silvestres.

Sabiá machucado, na luta pela sua liberdade.

Este é o meio usual de transporte, sem espaço, sem água, sem comida, sem liberdade ... com crueldade.

A compra de um animal silvestre resulta em duas certezas:

1. O animal preferiaria estar livre;
2. O comprador está contribuindo para que outros animais sejam capturados, torturados no transporte - mortos pelo tráfico.

O tráfico dos animais não é de responsabilidade somente dos traficantes, quem compra também tem suas mãos sujas com sofrimento e morte destes animais.

Quem ama não compra animais procedentes do tráfico.

Na próxima publicação, mostrarei algumas aves brasileiras ameaçadas de extinção.

Fonte da matéria: www.ibama.gov.br

 

:: Postado por Amaryllis às 12h25
::
:: Enviar esta mensagem

 

Pra toda conseqüência..., há uma causa.

 

.::As margens::.


"Do rio que tudo arrasta se
diz que é violento
Mas ninguém diz violentas as
margens que o comprimem."

Bertold Brecht

:: Postado por Amaryllis às 00h11
::
:: Enviar esta mensagem

 

"As páginas da vida são cheias de surpresas ......
Há capítulos de alegria , mas também de tristezas ,
Há mistérios e fantasias,
Sofrimentos e decepções ...
Por isso, não rasgue páginas e nem solte capítulos,
Não se apresse a descobrir os mistérios.
Não perca as esperanças ,
Pois muitos são os finais felizes.
E nunca se esqueça do principal :

NO LIVRO DA VIDA, O AUTOR É VOCÊ !"

 (autor desconhecido) 

:: Postado por Amaryllis às 21h58
::
:: Enviar esta mensagem